#POSTHD CONTEÚDO PATROCINADO

O Grande Teatro do Palácio das Artes receberá umas das primeiras óperas de Mozart, a Bastien und Bastienne, nos próximos dias 17 e 18 de junho. Escrita em 1768, quando Mozart tinha apenas 12 anos, a ópera é uma sátira ao gênero “pastoral” da época e também especificamente uma paródia da ópera Le devin du village, de Jean-Jacques Rousseau.

Bastien und Bastienne é uma ópera cômica em um ato. O enredo conta a história de uma jovem camponesa que acredita estar sendo traída por seu amado, Bastien. Ela procura a ajuda do mago Colas e pede que ele use seus poderes mágicos para lhe devolver o amor de Bastien. A trama se desenvolve sobre os “conselhos” de Colas aos dois amantes que, após muita confusão, chegam a um final feliz.

Escrita em alemão e com libreto de Friedrich Weiskern, a ópera é cantada no idioma germânico. No entanto, haverá trechos da encenação que serão em português. Com direção artística de Sérgio Anders e executiva de Ederson Urias, a montagem faz parte da “Série Virtuosi - Concertos Internacionais”, e conta com a participação da Orquestra Sinfônica da UEMG, sob a regência de Valdir Claudino.

Os solistas são a soprano Daiana Melo (Bastienne), o tenor Jordane Messias (Bastien) e o baixo-barítono Samuel Goetz (Colas).

Por tratar do amor de forma cônica e ingênua, Bastien und Bastienne é indicada para todas os públicos, tanto infantil, quanto adulto.

Serviço: Ópera Bastien und Bastienne
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537 - Centro, Belo Horizonte
Datas: 17 de junho (domingo), às 20h; e 18 de junho (segunda-feira), 20h30
Preço: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)
Informações adicionais: fcs.mg.gov.br
Venda de ingressos:
ingressorapido.com.br