Apesar das pitadas de ficção, Afonso Borges se debruça sobre a realidade das próprias vivências e experiências para compor o livro “Olhos de Carvão” (Record, 112 páginas), a primeira obra de contos do mineiro – com lançamento nestasegunda-feira (19) no Mercado Distrital do Cruzeiro, às 19h.

“Acho que a literatura é antes de tudo memória. Tudo é lembrança, tudo é referência. É tudo o que você viveu ou ouviu de alguém”, diz Borges. Transitando entre vários temas e lugares, o autor transporta a própria trajetória para o papel, por meio de contos sem rodeios.

“É uma prosa que mistura poesia e jornalismo. É um texto pontuado, muito seco”, define o escritor, que garante levar o mínimo de ficção para as produções, apresentando a “realidade de verdade”. Borges acrescenta que a obra fala sobre diferentes épocas e experiências conquistadas ao longo da vida, de coberturas jornalísticas a viagens feitas.

A ligação com a realidade, tão ressaltada por ele, também influencia a composição dos textos.“Cada conto tem duas histórias que se entrelaçam. Isso não foi proposital, foi uma influência da nossa realidade, da nossa vida mesmo, porque vivemos várias coisas ao mesmo tempo”, afirma.

Identificação
O autor destaca a forte presença de Belo Horizonte na obra.“O próprio título do livro (Olhos de Carvão) é um demônio que vi dentro da Igreja São José durante uma missa, quando eu tinha uns 17, 18 anos”, lembra o autor, que ressalta a identificação gerada pela presença de lugares conhecidos e, também, pela forma como as histórias são contadas.

“Algumas pessoas leem e me falam que sabem que os contos são de ficção, mas que têm certeza de que viveram ou viram algo que contei. Eu estou conseguindo criar um pacto com o leitor”, avalia ele, que ressalta o papel de “equilibrista” ao percorrer, nos contos, as tênues linhas que separam a realidade da ficção.

Desafio
Com “Olhos de Carvão”, o autor vai além de uma nova empreitada. O primeiro livro de contos aponta também para um novo projeto. “O livro representa uma espécie de ensaio para a construção de um romance, que é meu próximo desafio. Meu grande desafio”, adianta.

Serviço: 
Lançamento do livro “Olhos de Carvão”, de Afonso Borges, no Mercado Distrital do Cruzeiro (rua Opala, s/n, Cruzeiro). Segunda-feira (19), às 19h.