“Doble Chapa” é novo EP do Nenhum de Nós – que, em 2018, celebra três décadas de história. Depois de dois anos, o grupo gaúcho volta a Belo Horizonte para apresentar as faixas do novo trabalho e sucessos que embalaram sua carreira. O show acontece nesta sexta-feira (1º), às 21h, no Grande Teatro do Palácio das Artes. 

Metade em português, metade em espanhol, o EP tem participação dos uruguaios Fede Lima e Lucía Ferreira e celebra a antiga relação do Nenhum de Nós com o país fronteiriço. “Tempos atrás, quando uma pessoa morava perto da fronteira e a atravessava com frequência, ela tinha duas placas, a brasileira e a uruguaia. Uma ‘doble chapa’, para não ter que parar na alfândega sempre”, conta Thedy Corrêa (voz e violão). “Essa expressão caiu em desuso e passou a significar uma identidade cultural com os dois países. E o Nenhum é uma banda ‘doble chapa’, já que sempre compartilhamos muito com os artistas uruguaios”, completa.

Para Corrêa, o trabalho colabora coma integração musical latina, estreitando lastros culturais. “Modestamente, usamos as ferramentas que temos para borrar essas fronteiras geográficas e apresentar ao nosso público um pouco do rico universo musical uruguaio”, defende.  Sobre o show, o artista adianta que serão apresentadas as cinco faixas do novo trabalho, sem deixar de lado hits marcantes como “Astronauta de Mármore”, “Camila, Camila” e “Você Vai Lembrar de Mim”. 

“Vamos percorrer um pouco desses trinta anos do Nenhum de Nós, que são pontuados por músicas que o público aguarda e que temos o maior orgulho de executar”, afirma, ressaltando a importância do engajamento dos fãs na longevidade da banda. “Manter uma banda por tanto tempo é um desafio que exige perseverança e resiliência. Tem que acreditar e sonhar alto. Para isso, é preciso estar sintonizado com o público. Somos muito felizes em ter fãs super engajados, que se interessam no que a gente faz”.

Serviço: Nenhum de Nós apresenta "Doble Chapa". Sexta-feira (1º), às 21h, no Grande Teatro do Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537 – Centro). Ingressos: de R$ 40 a R$ 120.