A Banda Mole, mais antigo bloco de BH, lança tema para o carnaval 2016 e comemora “41 anos, sem crise”. O tradicional desfile pré-carnavalesco, que no ano passado recebeu cerca de 40 mil pessoas, será realizado no dia 30 de janeiro, na avenida Afonso Pena, entre as ruas da Bahia e Guajajaras, das 13 às 22 horas.

Mais uma vez promovendo o entretenimento através da consciência política, em uma sátira cheia de bom humor e descontração, o desfile deste ano, contará também com a presença da tradicional bandinha formada, em sua maioria, por músicos da Charanga do Bororó que interpretarão as famosas e saudosas marchinhas de todos os tempos.

Neste ano, a festa promete animar os foliões com apresentações de artistas locais e nacionais de vários estilos, transformando o evento em um pré-carnaval multicultural. No Trio Elétrico BH FM, se revezarão o Bloco Afroreggae (RJ), o Bloconejo (RJ) Zé da Guiomar e Meu Rei. Já no Trio Los Hermanos, estarão Thiago Carvalho e Jonny Zé. Além disso, haverá um palco, que contará com as apresentações da Charanga do Bororó, do Concurso do Lobo Mau 269 Chilli Pepper, além do Baile do Queixinho - conjunto musical que originou-se da escola de samba de rua Unidos do Samba Queixinho Underground Baticum.


A Banda Mole

Fundada em 1975 por um grupo de rapazes egressos do bloco carnavalesco Leões da Lagoinha, a República Independente da Banda Mole, associação lítera-etílica-carnavalesca sem fins lucrativos, tem como principal objetivo resgatar os velhos carnavais com desfiles em via pública, gratuitos, animados, baseados em críticas político-social e liberdade na escolha de fantasias e trajes do cortejo. Atualmente, os organizadores da Banda Mole se revezam na presidência da entidade, e são eles Luiz Mário “Jacaré” Ladeira e Helvécio “Gaiola” Trotta.

Em seu primeiro desfile, a Banda Mole contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas, animadas por uma banda de chão e instrumentos de sopro. Com o passar dos anos, o desfile ganhou o público e chegou a levar às ruas, em 1995, mais de 100.000 pessoas, animadas por vários trios elétricos, incluindo a banda baiana Araketu, maior atração nacional da época.

O desfile que antes acontecia na rua da Bahia foi transferido para a avenida Afonso Pena, a fim de garantir maior conforto e segurança aos foliões.
 

Programação

Dia 30 de janeiro de 2016

13h às 16h – Concentração com os trios ficam parados com shows dos artistas. 16h às 17h – Bandinha da Banda Mole faz o seu percurso a avenida.
No repertório os grandes sucessos e marchinhas eternas dos carnavais.

17h às 21h45 – Circulação Oval dos Trios pela Afonso Pena com os artistas Bloco Afroreggae e Bloconejo, Meu Rei, Zé da Guiomar, Jonny Zé, Baile
do Queixinho e Charanga do Bororó.

22h: Encerramento do evento.