O jornalista e escritor Fernando Morais doou a sua biblioteca para sua cidade natal, Mariana, na região Central de Minas. O acervo vai ser acolhido em um grande centro cultural que será construído em um terreno cedido nesta quinta-feira (30) pelo Governo de Minas Gerais. A construção do espaço, no centro histórico, será comandada pela Academia Marianense de Letras e o Instituto Fernando Morais. As obras devem começar no início do ano.

O secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, destacou a importância de Mariana e Minas Gerais receberem o acervo Fernando Morais. “A Universidade do Texas e várias instituições paulistas haviam manifestado interesse até na aquisição da coleção bibliográfica constituída pelo escritor, mas Fernando Morais fez questão de doá-la à primeira cidade mineira, sua terra natal. É um presente admirável a Mariana e ao Estado”, diz.

Fernando Morais é autor de livros famosos, como “Olga” (sobre Olga Benário), “Chatô” (sobre Assis Chateaubriand) e “Corações Sujos” (sobre organização japonesa no Brasil que obrigava pessoas a cometerem suicídio após o fim da Segunda Guerra). Recentemente, ele lançou “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, sobre a atuação de agentes cubanos nos Estados Unidos.

Fonte: Secretaria de Estado de Cultura