Após criticar o ator Bruno Gagliasso e João Vicente de Castro, que se beijaram no palco do prêmio GQ Men of TheYer 2015, em manifesto contra a “intolerância, a mediocridade, e a hipocrisia", como declarou o ator em sua rede social, o cantor César Menotti mostrou arrependimento da crítica.

"Tem razão, eu deveria ter ficado calado", respondeu Menotti a uma fã nas redes sociais, após esta se mostrar insatisfeita com a postura do ídolo ao comentar que achou o comentário do artista ruim, e que há certas situações em que o silêncio é melhor do que a fala, afirmou.

Na ocasião, o sertanejo havia criticado um post de Gagliasso no twitter, no qual dizia que o ato "Foi um beijo de esperança, de amor, de homem com H maiúsculo".

"É assim que demonstra ser um homem com H? Se postar um vídeo transando com outro homem aí é ser homem mesmo, seguindo esse raciocínio? Não sou machista, não sou hipócrita, não sou preconceituoso e não beijo outro homem na boca. Mesmo assim, continuo sendo homem com H", rebateu César Menotti.