O palco d’A Obra sedia, nesta quarta-feira (18), um encontro entre duas forças da música experimental de Belo Horizonte. Formada atualmente pelos músicos Francesco Napoli, Camila Buzelin, Dáblio Slama, Pablo Campos e Vinícius Cavalo Doido, o Carmen Fem se reúne pela primeira vez com o duo Não Não-Eu, projeto dos artistas Pâmilla Vilas Boas e Cláudio Valentin.

Enquanto o Carmen Fem transita por ambientes como o eletro e o punk rock, o Não Não-Eu condensa suas referências no indie eletrônico. A interseção entre as bandas está no experimentalismo, na busca por novas estéticas musicais e na admiração mútua. 

“O Não Não-Eu deriva de um trabalho que se chamava Lollipop Chinatown. Já tínhamos nos encontrado pela noite belo-horizontina e, desde o início, eles se mostraram admiradores do Carmen Fem. Nos apresentaram o som deles, que tem essa pegada mais experimental e eletrônica, e gostamos muito”, conta Francesco Napoli, lembrando que o convite para a dobradinha partiu do músico e produtor Luiz Ramos. 

Napoli ressalta que o encontro foi pavimentado entre as duas bandas. “Estamos fazendo um intercâmbio legal. Não é aquela coisa de só encontrar no dia para tocar, quisemos provocar uma história entre os dois trabalhos, uma troca de informação musical, de amizade”, conta o músico, destacando o novo momento do Carmen Fem.

“Vai ser basicamente nosso primeiro show com essa formação, com sintetizadores e elementos eletrônicos, desde que o Cavalo Doido entrou. Isso reinventou a sonoridade, os timbres, as texturas. Estamos muito empolgados com esse novo show”, completa, revelando que o repertório já conta com músicas inéditas, compostas em parceria com o novo integrante. 

Serviço: Carmen Fem e Não Não-Eu. Quarta-feira (18), às 20h, n’A Obra (rua Rio Grande do Norte, 1.168 – Funcionários). Ingressos: R$ 10.