A Casa Cor Minas abriu as portas, nesta quinta-feira (22), para a temporada 2018, que será inaugurada para o público somente em 5 de agosto. O evento que, desde o ano passado, ocupa um casarão na rua Sapucaí, no bairro Floresta, região Leste de BH, propõe, para este ano, o tema Casa Viva. 

De acordo com Juliana Grillo, que compõe a diretoria da Casa Cor, a proposta de 2018 tem tudo a ver com o evento. "Porque morar tem que ser uma experiência e a Casa Cor é uma experiência do morar e do sentir", descreveu.

No local, que é tombado pelo patrimônio histórico e está em constante processo de restauração desde 2017, foram reunidos profissionais da arquitetura e do design de interiores, além de fornecedores e da imprensa.

Transformação

Nos últimos três anos, a Casa Cor foi transformada em um evento para além de uma mostra de decoração ou arquitetura. Atualmente, reúne um movimento cultural. 

É o que destaca o diretor da Casa Cor Minas, Eduardo Faleiro. "O contexto cultural do evento promoveu uma visitação grande e a cidade comprou essa ideia. Consequência disso é a Casa Cor se tornar uma referência para a cidade, com espaço aberto com restaurantes, cursos, palestras e programação intensa", observa.