#POSTHD Conteúdo Patrocinado

Um dos restaurantes mais tradicionais de Belo Horizonte–referência em gastronomia na capital mineira há mais de quatro décadas– a Casa dos Contos também atua como espaço cultural, oferecendo suas instalações para artistas visuais.

A partir da próxima segunda feira (10), a casa abre suas portas para uma exposição dupla que reúne o trabalho das artistas Gilda Queiroz e Patrícia Calmon. Para Manoel Hagen, produtor da mostra, a utilização do espaço para este fim é “um grande barato”.

“Alcança um público que de repente não frequente tanto galerias, museus. Seria ótimo se tivéssemos mais espaços abertos com essa possibilidade” acredita. Mineiras, as artistas também tem em comum, além da admiração mútua, o fato de possuírem trajetórias internacionais: Queiroz participou recentemente de uma exposição coletiva na Casa do Brasil em Nova York; Calmon recém retornou ao país depois de 15 anos em Londres. 
 

Estilos

A obra de Queiroz se situa mais próximo ao expressionismo, que revela suas raízes biográficas e afetivas com o Vale do Jequitinhonha. “Nasci e morei lá até os 12 anos”, revela a artista. “Tenho a imagem das mulheres muito unidas, lavando roupa”. 

Esse sentimento é transfigurado nas pinturas e gravuras selecionadas para a exposição. “Uma das obras, que esteve na mostra em Nova Iorque, captura um pouco isso: pessoas dentro de pessoas. Nesse sentido, eu não retrato o Vale, eu retrato esse afeto mesmo entre elas”, revela, sobre sua inspiração. “Quero mostrar que elas juntas, parecem uma pessoa só, e que esta é uma pessoa de bom espírito, de benevolência e humanismo”. 

Já Patrícia Calmon se inspira no que chama de absorções do inconsciente coletivo, através de um processo “mediúnico, já que pinto com as mãos; uso pincéis apenas nas gravuras”. 

Essas técnicas se materializam nos eixos artísticos em que se inspira: o expressionismo futurista, o pop surrealista e o steam punk, corrente surgida em Londres (cidade que morou por 15 anos) recentemente. “Trabalho com a riqueza simbólica que absorvo em viagens ao redor do mundo”, diz a artista, que tem no currículo exposições em vários continentes. 
 

Exposição:
Abertura: 10 de julho, às 20hs (segunda-feira)
Horário: diariamente, das 12h às 24h
Local: Casa dos Contos BH - Rua Rio Grande do Norte, 1065, Savassi
Telefone: 31 98810.8260 -  Entrada Franca
Site: www.restaurantecasadoscontos.com.br