Impossível falar sobre protagonismo feminino na música mineira contemporânea sem lembrar o Coletivo ANA (Amostra Nua de Autoras). O grupo, que reúne artistas que atuam intensamente no cenário da música autoral, abre nesta quinta-feira (8) a programação cultural no Mês da Mulher no Memorial Minas Gerais Vale.

Criado em 2011, o coletivo aglutina sete artistas, compositoras, cantoras, instrumentistas, produtoras e artistas plásticas de Belo Horizonte: Deh Mussulini, Irene Bertachini, Laura Lopes, Leonora Weissmann, Luana Aires e Michelle Andreazzi. O grupo traz na bagagem um disco autoral, homônimo, lançado em 2014.

“Temos várias novidades em relação ao repertório. Metade do show é de músicas novas”, conta Laura Lopes. “Desde 2014, incluímos canções de autoria das integrantes do grupo e algumas homenagens. Foram feitos arranjos para músicas da Ná Ozzetti e da compositora peruana Chabuca Granda”, completa a cantora.

Sobre a apresentação, Laura destaca que a força do coletivo está nos arranjos vocais. “Todas as integrantes cantam, sejam em coros ou em solos. E algumas também tocam instrumentos. A Deh Mussulini toca violão, a Irene Bertachini toca flauta e todas tocam percussão em algum momento”, afirma. “Para este show, também teremos dois convidados, que são Analu Braga, na percussão, e Rodrigo Lana, no piano”, completa.

A cantora ressalta, ainda, a importância de se apresentar numa data emblemática como a do Dia Internacional da Mulher. “Por mais que todo dia seja dia da mulher, o oito de março representa não uma data comemorativa, mas de posicionamento, manifesto e união. Um dia em que as mulheres se juntam para falar, cantar, combater e lutar a favor de seus direitos”, finaliza.

Serviço: Coletivo A.N.A. no Dia Internacional da Mulher. Quinta-feira (8), às 19h, no Memorial Minas Gerais Vale (praça da Liberdade, 640 – Funcionários). Entrada franca.