O humorista e apresentador de TV, Danilo Gentili, gravou um vídeo polêmico depois de receber uma notificação judicial representada pela deputada Maria do Rosário (PT-RS), ex-ministra dos Direitos Humanos do governo Dilma Rousseff. Quando recebeu o documento, ele, além de não dar importância ao conteúdo, rasgou, esfregou dentro da calça, envelopou e remeteu de volta à parlamentar. 

“Nunca admita, nunca aceite que qualquer deputado, senador, prefeito ou governador diga se você pode ou não falar alguma coisa. É você que diz se eles podem ou não falar. Eles são funcionários de vocês", disse ao fim do vídeo.

A notificação judicial havia sido enviada pela Câmara dos Deputados em resposta a conteúdos considerados pela parlamentar misóginos e ofensivos postados pelo apresentador no Twitter sobre ela. Em uma das mensagens, ele escreve: "Qdo alguem cuspir em vc devolva, com um soco q @_mariadorosario aprova. Cuspir nela qdo ela o chamar de estuprador tb" (sic)  - em referência a uma cusparada dada pelo deputado Jean Wyllis em resposta a uma ofensa feita por Bolsonaro, no dia da votação do impeachment de Dilma.

Depois de enviar a corrêspondência, Danilo continuou a provocação pelo twitter: 

 

Maria do Rosário respondeu também pela rede social à atitude de Gentili. 

 

Repercussão nas redes sociais

O vídeo gerou grande repercussão nas redes sociais, com pessoas apoiando e criticando a ação de Gentili. 
Confira algumas postagens: