Dores na perna foram a causa da nova internação de Pelé no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. De acordo com a assessoria do ex-jogador, em contato exclusivo com a reportagem, o Rei do Futebol foi encaminhado ao hospital porque sentia dores na perna, causadas pela pressão de uma vértebra em um nervo.

Pelé foi internado há dois dias para realizar um procedimento, que já estava programado para o período de férias. Ainda de acordo com a assessoria, ele deverá ter alta médica no domingo (19)  ou na segunda-feira (20). O Hospital Albert Einstein deverá publicar um boletim médico nas próximas horas.

O hospital não divulgara nenhuma informação anteriormente por decisão da família do paciente. A assessoria do Albert Einstein não informara quando o ex-jogador havia sido internado e nem qual era o seu estado de saúde.

Trata-se da segunda internação de Pelé em dois meses. No início de maio, ele passou cinco dias no mesmo hospital por conta de uma hiperplasia na próstata. O ex-jogador passou por exames, que constataram que o problema era benigno, sem incidência de tumores. Foi, então, operado para evitar uma nova infecção urinária, que já o levara ao hospital no fim de 2014 - na época ficou internado durante 16 dias.