Uma tradução para o inglês do romance "Flights", da polonesa Olga Tokarczuk, conquistou nesta terça-feira (22) o prêmio Man Booker International do Reino Unido. 

O romance foi traduzido por Jennifer Croft e levou o prêmio de 50 mil libras esterlinas (57 mil euros), valor que será dividido entre a autora e tradutora. 

"Tokarczuk é uma escritora com um talento maravilhoso, imaginação e estilo literário", afirmou a principal julgadora, Lisa Appignanesi, ao anunciar o vencedor durante uma cerimônia em Londres. 

"Em 'Flights', brilhantemente traduzida por Jennifer Croft, ela nos leva através de uma galáxia de partidas e chegadas, histórias, enquanto explora assuntos próximos à era contemporânea e à situação do homem, onde apenas o plástico escapa à mortalidade", resumiu Appignanesi. 

"Flights" reúne uma série de histórias, incluindo um conto do século XVII sobre o anatomista holandês Philip Verheyen, que dissecou e desenhou detalhes de sua perna amputada, e uma história do século XIX sobre o coração do finado Chopin, que viajou oculto de Paris a Varsóvia. 

O jornal The Guardian chamou o romance de "um discurso apaixonado e cativante sobre as conexões profundas, a aceitação da 'fluidez', da mobilidade, do ilusório". 

Olga Tokarczuk nasceu em 29 de janeiro de 1962 em Sulechow, no oeste da Polônia, estudou psicologia na Universidade de Varsóvia e trabalhou como terapêuta durante anos, antes de escrever oito romances e duas coletâneas de contos.

O Man Booker International Prize reconhece as obras estrangeiras traduzidas para o inglês e publicadas no Reino Unido.

Veja ao vídeo:

Leia mais:
Escritora Leida Reis lança 'As Árvores Invisíveis', sua primeira obra infantil
Confira detalhes dos bastidores da filmagem do longa 'The Post'