A Casa Fiat de Cultura inaugura hoje, a exposição “Contaminações Pictóricas”, da artista visual mineira Fernanda Fernandes.São 18 obras, entre aquarelas, pinturas a óleo, colagem e objeto, criadas a partir de memórias da artista sobre a paisagem, propondo reflexões sobre como a imaginação alcança a lembrança.

Ela realiza uma investigação acerca de ruídos da memória e de sua pulsão criativa de dar novo significado às suas lembranças. Fernandes pinta recorrendo apenas à memória, e foi a partir desse procedimento que as obras da exposição foram criadas. “É um trabalho abstrato, em que coloco minhas experiências visuais como ponto de partida nas obras. Reúno imagens da lembrança de vivências, sonhos e devaneios como gatilhos para a criação de imagens inventada”, diz a artista.

São 13 aquarelas da série “Amorfologia”, duas pinturas a óleo da série “Assombramento”, uma pintura em cobre intitulada Revelação, uma colagem chamada “Vestígio” e um objeto intitulado “Pintura.” A mostra fica em cartaz até 21 de janeiro de 2018, com entrada gratuita.