O curta-metragem "Encontro Você no Final", produzido por artistas mineiros e rodado em espaços públicos da capital, vai estrear na Seleção Oficial do Festival Internacional de Cinema de Figueira da Foz, que acontece de 28 de agosto a 3 de setembro, em Portugal.

No filme, que trata da solidão e da falta de esperança de cidadãos comuns da nova classe média brasileira, Belo Horizonte se coloca como uma importante personagem da história. As praças Sete e da Liberdade, passarelas da Nossa Senhora do Carmo, bem como o Edifício Maletta são algumas das locações do curta.

O filme explora o universo de Tiago (Saulo Salomão), jovem recém-formado. Obrigado a aceitar um trabalho que não condiz com os seus valores, ele se vê perdido em meio a uma crise profissional e existencial, o que o faz questionar sua permanência na vida. O roteiro começou a ser criado a partir da cena final, inspirada em uma história real que ocorreu na China: um homem vai para o alto de um viaduto tentar o suicídio e é salvo por uma moça desconhecida, que fura o bloqueio de bombeiros e policiais. A partir dessa imagem, a história foi sendo construída de trás para frente, com o uso de escutas de casos reais nas ruas da capital mineira.

Todo produzido em Belo Horizonte, o filme tem um diálogo constante com a "voz" das ruas e da comunidade. O diretor mineiro Daniel Ferreira radicalizou na prática abrindo o processo de construção da obra em ensaios abertos em centros culturais de bairros periféricos da capital. Durante a realização desses ensaios, foram acolhidas visões e contribuições de jovens e adultos para a criação do filme. Contribuíram, ainda, estudantes de escolas públicas de Belo Horizonte, que acompanharam todo o processo de filmagem, colaborando em diversas funções no set.

O elenco de "Encontro Você no Final" une diferentes gerações de atores e atrizes: Teuda Bara, Saulo Salomão (que também assina o roteiro), Joyce Malta, a pernambucana Magdale Alves (premiada em vários filmes brasileiros), Simone Caldas, Sammer Iêgo Lemos, Benjamim Abras e Rejane Faria. O curta-metragem é uma coprodução da Nossa Senhora dos Filmes e da Café Pingado Filmes, realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

Veja o trailer do curta-metragem: