A região do Alto Paranaíba é famosa pelas belas paisagens, pelo clima agradável e pela boa cozinha. Que tal aproveitar e reunir todas essas características em uma única viagem? Araxá, a mais famosa cidade da região, porta de entrada para o Triângulo Mineiro, se prepara para a oitava edição do seu Festival Internacional de Cultura e Gastronomia, de 17 a 20 de setembro. Chefs renomados, festins, música e muita comida gostosa constam do cardápio do evento, que acontecerá na Fundação Cultural Calmon Barreto.


A oitava edição do Festival de Cultura e Gastronomia de Araxá terá como tema, nesta edição, a culinária italiana. Neste ano, ela vai acontecer na Fundação Cultural Calmon Barreto, terá como destaque os chefs Carlos Bertolazzi e Tássia Magalhães, dois especialistas na cozinha italiana.
Bertolazzi ganhou fama entre o grande público por estar à frente do reality show de culinária “Cozinha Sob Pressão”, que teve sua segunda temporada apresentada recentemente pelo SBT. No canal pago Fox Life, o chef apresenta “Homens Gourmet”.

 

 

Festival na terra de Beja

 

APRENDIZADO - As oficinas têm registrado uma grande procura por parte do público, cada vez mais interessado (FOTOS: Bianca Aun/Divulgação)

 

Com apenas 25 anos, a chef paulistana Tássia Magalhães é outro destaque confirmado do Festival de Araxá. Há dois anos, ela vem comandando com sucesso a cozinha do renomado restaurante italiano Pomodori, em São Paulo. A chef é conhecida por aplicar perfeição técnica, delicadeza e precisão em seus pratos inovadores.


Shows


Estão previstas apresentações de grupos de jazz, choro e bossa nova, além de companhias de teatro.
Entre os conjuntos convidados, estão confirmados: BeJázz Street Bande, Nota Certa Jazz Quinteto, Grupo Latinoamérica, Charanga Pop, Tarcísio Moura Blues e Afins, e Choro de Vinnis.


Haverá também uma exposição de artes plásticas, “Olhares de Araxá”, na Fundação Calmon Barreto. Aliás, Calmon Barreto foi o maior nome das artes plásticas de Araxá, tendo conquistado admiração e prêmios em todo o país e no exterior, especialmente nas décadas de 30, 40 e 50.
No teatro, a companhia Valentina se apresentará no pátio da Fundação Cultural, onde também se apresentará a companhia de dança Araxá Dance Company.

 

Festival na terra de Beja

DELEITE - Festim do chef Rafael Hidaka, um dos destaques da edição do ano passado do Festival de Araxá



Informações gerais


O horário de abertura do festival irá variar de acordo com o dia. Na quinta-feira, dia 17, começa às 17h. Na sexta-feira, dia 18, abrirá às 14h. E no sábado e no domingo, a partir das 10h da manhã. Os festins estão todos programados para as 21h.


Os ingressos custarão R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada para estudantes mediante carteira e maiores de 60 anos).


O Festival de Araxá conta com o patrocínio da CBMM e apoio da Prefeitura Municipal de Araxá, ACIA e FACIA, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e Secretaria de Turismo de Minas Gerais.


A sede da Fundação Cultural Calmon Barreto fica na avenida Arthur Bernardes, 10, no Centro de Araxá.

 

Porta de entrada do Triângulo


Araxá, a 372 quilômetros de Belo Horizonte, é considerada a porta de entrada para o Triângulo Mineiro. A cidade das histórias de Dona Beja e das águas termais é uma das vedetes do turismo de Minas.


Não foi à toa que Anthonia Jacinta de São José, a Dona Beja, escolheu a região de Araxá para se instalar e fazer sua fama como a mais famosa cortesã do Brasil imperial, naquela primeira metade do século XIX. Com clima bem agradável, belas paisagens e águas famosas em todo o país, Araxá continua atraindo turistas de todos os cantos.


Com uma população de 84 mil habitantes, Araxá integra o circuito das Águas de Minas, reconhecido pelas propriedades terapêuticas diversificadas e suas águas medicinais.


Lá o turista pode encontrar o famoso banho de lama sulfurosa. Existem também bebedouros que escoam águas mineralizadas, carbonada, sulfatada, radioativa e alcalina.

 

Grande Hotel e Hotel Dona Beja


O Complexo do Barreiro reúne os principais atrativos turísticos de Araxá. Lá está, por exemplo, o Tauá Grande Hotel, magnífica construção, erguida entre 1938 e 1944 e desenhada pelo arquiteto Luiz Signorelli, com jardins e paisagismo planejados por Burle Marx, em colaboração com o botânico Henrique Melo Barreto.


A inauguração desse magnífico complexo aconteceu em abril de 1944, com a presença do presidente Getúlio Vargas.


Até hoje, o Grande Hotel é considerado um marco na hotelaria brasileira. Trata-se de um verdadeiro resort no coração do Brasil. Reservas: (34) 3669-7020.
O Grande Hotel é a mais gabaritada opção de hospedagem em Araxá. Mas mais próximo da Fundação Calmon Barreto, no Centro, está o tradicional Hotel Dona Beja, famoso pelo seu conforto e pela gastronomia. Fone: (34) 3201-3000.