Duas cervejas da fábrica mineira Krug Bier foram premiadas no World Beer Awards 2017, um dos principais concursos cervejeiros do mundo. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (10), em Londres. As cervejas Skank Altbier e Submissão foram eleitas as melhores do Brasil em seus respectivos estilos.

A Skank Altbier é uma cerveja de alta fermentação típica de Düsseldorf, Alemanha. Possui um tom acobreado e límpido. Já a Submissão é uma Session IPA sem glúten, com adição de tamarindo, leve, com baixo teor alcoólico (3,9%), baixo conteúdo energético, baixo corpo, bem aromática, mas com alto drinkability. Foi lançada em 2017.

O World Beer Awards é uma premiação global que seleciona as melhores cervejas em diferentes categorias. Para que aconteça, primeiro são realizadas premiações continentais (Europa, Ásia, América), com cada região selecionando os rótulos vencedores de cada estilo.

Os julgamentos são feitos por meio dos famosos testes cegos, realizados com experts vendados. E a partir da seleção dos melhores de cada região do globo, ocorre a etapa final na qual os vencedores de cada continente são testados novamente, uns contra os outros. Do resultado do embate internacional revelam-se as 200 melhores cervejas do mundo, entre 1,5 mil inscritas.

Pioneira na produção de cerveja artesanal em Belo Horizonte, a Krug Bier completa 20 anos de existência em 2017. Hoje a marca mantém uma fábrica em Nova Lima, na Região Metropolitana, onde são desenvolvidas as linhas Áustria (com sete rótulos), a linha Expressionista (agora também com sete rótulos) e a linha Rock (Skank Pilsen, Skank Altbier e Tianastácia – Golden Ale), além dos chopes.

Ambev

A Ambev também foi premiada na competição. Os rótulos medalhistas são da Colorado, Wäls e da Bohemia. Do portfólio da Colorado, a recém-lançada Murica (com graviola) ganhou medalha de ouro e foi eleita a melhor cream ale do mundo. Outro ouro levou a Eugênia, session IPA com uvaia, enquanto a Nassau, white IPA com caju, faturou prata.

A Wäls Trippel foi eleita a melhor tripel belga do mundo. Como o nome da categoria denota, trata-se de um estilo tradicionalíssimo da Bélgica. A Wäls Hopcorn IPA, que leva milho na receita, faturou a prata na categoria india pale ale (IPA). A Bohemia ganhou prata com a 14 Weiss (categoria cerveja de trigo) e bronze com a 838 Pale Ale (categoria pale ale).