A Fundação Clóvis Salgado inicia seus preparativos para mais uma montagem operística. O título escolhido é "Lucia Di Lammermoor", de Gaetano Donizetti, com regência de Silvio Viegas, futuro maestro titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, que tem reconhecido destaque na direção de óperas. Os ingressos para a ópera já estão à venda na bilheteria do Palácio das Artes e no site ingresso.com. A inteira custa R$50 e a meia custa R$25. A montagem estreia em 10 de novembro, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

A soprano argentina Jaquelina Livieri, vencedora de inúmeros festivais na América Latina, será Lucia enquanto o papel de Edgardo Ravenswood caberá ao tenor Eric Herrero, um dos mais promissores cantores líricos da nova geração brasileira. Já o personagem Enrico Ashton será interpretado pelo barítono Leonardo Neiva. A direção cênica será de André Heller-Lopes, que atualiza uma trama ambientada originalmente na Escócia do século XVII para os tempos modernos.  

Como todos sabem, as histórias de amor são atemporais e irrestritas a geografias. As desavenças familiares entre os clãs Ashton e Ravenswood ganham contornos dramáticos com o relacionamento entre membros das duas famílias, cujos filhos se apaixonam. A trama da ópera atinge seu ápice na célebre “ária da loucura”, um dos mais sublimes momentos da tradição operística do bel-canto, que desperta sempre enorme expectativa entre os apreciadores do canto lírico. Donizetti também presenteia o público, nesta ópera, com um memorável sexteto, que ocupa lugar de relevância no repertório operístico mundial.

"Lucia Di Lammermoor" inaugura um formato operístico diferenciado para sua época, apresentando inovações tanto na música quanto no libreto.

Serviço
Ópera Lucia de Lammermoor

Local: Grande Teatro do Palácio das Artes - Av. Afonso Pena, 1537, Centro
Data: 10,16,18, 20 de novembro às 20h; 22 de novembro às 19h.
Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia)
Classificação indicativa: 10 anos.
Duração: 3h30 com dois intervalos.