Um dos maiores nomes da literatura infantojuvenil brasileira, a escritora e ilustradora mineira Ângela Lago faleceu hoje, aos 71 anos, vítima de embolia pulmonar.

A escritora estava na casa da irmã Cláudia Martins, no bairro de Lourdes, quando passou mal na noite de ontem. Ela tinha sofrido recentemente uma queda, em sua casa na Serra do Cipó, e operado o fêmur.

Muito conhecida pela importância de sua obra, Ângela Lago receberia mais uma homenagem em novembro, dessa vez na Fliaraxá, feira literária de Araxá (MG).

Nascida em Belo Horizonte, Ângela recebeu vários prêmios como o Iberoamericano de Ilustración, na Espanha, em 1994, e o da Bienal Internacional da Bratislava, em 2007. Seus livros se caracterizavam, muitas vezes, pela falta de texto, usando apenas imagens.

Publicou pelas principais editoras do país, como Rocco, Cosac-Naif, Melhoramentos, Moderna, Companhia das Letrinhas e Scipione.