A escritora Elvira Vigna morreu nesta segunda-feira (10), aos 69 anos. A notícia foi confirmada pela família na página da autora no Facebook. Ela lutava contra um carcinoma micropapilar invasivo, diagnosticado em 2012, e não quis que sua doença viesse a público por saber, explica a nota, que se isso acontecesse ela seria excluída de atividades profissionais que dependessem de convite.

Sua vasta produção literária inclui as obras Como Se Estivéssemos em Palimpsesto de Putas (2016), Por Escrito (2014) e O Que Deu Para Fazer em Matéria de História de Amor (2012). Sua estreia no romance foi em 1988, com Sete Anos e Um Dia (José Olympio).

Elvira nasceu no dia 29 de setembro de 1947, no Rio de Janeiro.