Entre terça (29) e sábado (2), a IDEA Casa de Cultura (rua Bernardo Guimarães, 1200, Funcionários) abriga a exposição “Das Favelas, Inventário Imagético-Afetivo”. A mostra conta com trabalhos de 11 fotógrafos que escolheram as comunidades onde vivem para serem registradas pelas lentes das câmeras.

“Das Favelas” conta com os trabalhos dos artistas André Cavaleiro, Alexsandro Trigger, Bianca de Sá, Dea Vieira, Débora Costa, Gabriela Matos, Marcos Paulo de Jesus, Marcus Vieira, Rafael Freire, Ronald Nascimento e Simone Moura.

As fotografias selecionadas têm como ponto de partida o afeto e a criatividade com os quais esses artistas urbanos percebem, através de suas lentes, as suas comunidades. “São fotógrafos que vivem nos aglomerados da Serra, do Santa Lúcia, do Morro das Pedras, do Alto Vera Cruz e do Cabana do Pai Tomás, todas em BH, e do bairro periférico São Cosme, em Sabará, representante da RMBH. Por intermédio de suas objetivas, produzem séries fotográficas que explicitam a diversidade de representações sobre as favelas, em função da singularidade e da complexidade de cada espaço fotografado”, revela a fotógrafa Simone Moura.