Começa amanhã e vai até o dia 28 de janeiro, no Museu Inimá de Paula, a exposição “Reinado de Chico Calu – Repertórios Sagrados da Irmandade Os Carolinos”. Com registros assinados pelo antropólogo e fotógrafo Patrick Arley e pelo fotógrafo Netum Lima, a mostra homenageia o centenário da Irmandade e dá visibilidade à riqueza cultural da tradição congadeira de Belo Horizonte.

Patrick Arley conta que a exposição traz 30 fotos clicadas pela dupla entre 2013 e 2017 e escolhidas pelos próprios congadeiros, dentre um acervo de milhares de imagens. “A curadoria é da própria guarda. Foi um processo coletivo muito importante, que foge de um olhar externo. A escolha deles passa pela história, pela memória, e não só por critérios estéticos”, afirma. “O resultado me deixou bem feliz. Explica a lógica de um terreiro de congado, mas deixando aos visitantes a possibilidade de criarem suas próprias narrativas”, completa Arley.

Ele conta que, além das fotos, a mostra contará com objetos sagrados vindos do terreiro e uma série de outros objetos criados especialmente para a ocasião. “O congado é uma experiência muito rica, que vai além da festa. Essas pessoas são congadeiras o ano todo. A exuberância da festa é proporcional à dificuldade de fazer essa história continuar acontecendo”, afirma o fotógrafo. “O congado é uma maneira de estar no mundo, que passa pela fé, pela devoção, pela resistência”, finaliza.

Serviço: Exposição “Reinado de Chico Calu”. De amanhã a 28 de janeiro, no Museu Inimá de Paula (Rua da Bahia, 1.201–Centro). Entrada franca.