Os gigantes murais instalados no Centro da capital mineira e que conquistam os olhos dos belo-horizontinos durante o dia, agora ganham destaque também à noite. Iniciativas do Cura - Circuito Urbano de Artes -, as seis empenas pintadas em diferentes prédios serão iluminadas permanentemente, a partir desde domingo (17).

Para celebrar a iniciativa, a rua Sapucaí, local do primeiro mirante de arte urbana do mundo (de onde todos os murais podem ser vistos), recebe Djs e bikes food a partir das 16h. A festa continua às 20h30, quando as empenas serão iluminadas em um espetáculo que inclui fogos de artifício lançados de cada um dos seis prédios onde estão localizadas as obras.

Uma das idealizadoras do projeto, Juliana Flores destaca a importância da iniciativa, feita em parceria com a Cemig. "A ideia é que esse grande museu a céu aberto dure 24 horas. A vida noturna da rua Sapucaí é muito intensa, agora as pessoas que estão lá durante a noite também poderão apreciar essas obras", aponta. "Acredito que a luz lança ainda mais atenção sobre os murais. Às vezes, as pessoas passam por eles e não os veem durante o dia, mas à noite, estando acesas, a chance de que essas obras sejam contempladas é maior", completa.

O projeto

Juliana conta que o Cura, que teve a primeira edição em junho deste ano, surgiu do desejo de realizar um grande festival de arte urbana em Belo Horizonte. "Queríamos colocar BH no mapa da street art do mundo", diz. A escolha da rua Sapucaí não foi por acaso. Ela conta que todos os seis prédios podem ser vistos do local, um corredor cultural já importante na cidade.  A ideia, é inclusive, ampliar o mirante com a pintura  de 25 empenas em prédios no centro de Belo Horizonte.

Veja outros murais espalhados pela cidade: