Músicos mineiros ou aqueles que moram no Estado há mais de dois anos podem concorrer a bolsas de estudo do projeto Jovem Instrumentista BDMG. A inscrição é de graça e deve ser feita até o dia 7 de junho. O interessado precisa ter até 25 anos de idade.

Cada candidato pode se inscrever com apenas um instrumento. Os músicos serão avaliados por uma comissão julgadora, em uma audição na qual apresentarão um programa de música popular brasileira com até 10 minutos. Serão selecionados 10 candidatos, que receberão bolsas de estudo, com professores indicados pelos próprios alunos, em comum acordo com o BDMG Cultural e com os instrumentos com os quais concorreram. Ao final do curso, no mês de dezembro, alunos e professores  apresentam o resultado do aprendizado num show.

Desde 2002, o Jovem Instrumentista BDMG proporciona o intercâmbio de conhecimento entre profissionais consagrados e expoentes da nova geração musical mineira. 

Pelo programa, já passaram músicos que hoje são consagrados no cenário instrumental, como Thiago Delegado, Rodrigo Torino, Warley Henrique, Lucas Telles, Frederico Heliodoro, entre outros. A vibrafonista Natália Mitre, eleita a melhor instrumentista do 18º Prêmio BDMG Instrumental, ao lado de Camila Rocha, participou do Jovem Instrumentista em 2016. Na ocasião, Natália fez aulas com o músico Rafael Martini.

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis na página do BDMG. E o telefone para mais informações é o  (31) 3219-8691.