O reencontro da banda Guns N' Roses depois de duas décadas se tornou a quarta turnê mais rentável da História, faturando 475 milhões de dólares, informou a Billboard nesta quinta-feira (4).

A revista da indústria da música informou que o grupo americano superou a maratônica turnê "The Wall Live", que o ex-membro do Pink Floyd Roger Waters realizou entre 2010 e 2013.

Os irlandeses do U2 têm o recorde com 784 milhões de dólares obtidos na turnê "360", entre 2009 e 2011.

Em segundo e terceiro lugares, com mais de 500 milhões cada um, estão os Rolling Stones, por shows de uma década atrás, e Coldplay, por uma turnê mundial finalizada em novembro.

Guns N' Roses, cujo rock ganhou o mundo da música no fim da década de 1980, teve notoriedade por seus atritos internos, que levaram o vocalista Axl Rose e o guitarrista Slash a acabarem com a sua sociedade em 1993 após um show em Buenos Aires.

Depois de anos de ofertas lucrativas, os dois finalmente concordaram em se reunir para o festival Coachella em 2016, na Califórnia.

O reencontro se converteu em uma turnê mundial chamada "Not in this lifetime" que se prolongou algumas vezes e da qual, segundo a Billboard, teve 4,3 milhões de fãs como espectadores. Uma nova etapa acontecerá na Europa durante o verão. 

Não obstante, a turnê não inclui Izzy Stradlin, guitarrista e compositor-chave da banda, que disse ter se negado porque acreditava que o dinheiro se dividiria injustamente entre os membros. 

A banda é conhecida por sucessos como "Welcome to the Jungle" e "Sweet Child O' Mine". 

Os observadores da indústria esperam que as turnês de bandas de renome se tornem cada vez mais lucrativas em um futuro próximo, com o rápido crescimento da quantidade de festivais e a consolidação de promotores que racionalizam custos.