Fotografias são meio para acessar memórias e entender singularidades do cotidiano e das transformações sociais e urbanas de uma cidade. Nesse contexto, olhar para o passado de Belo Horizonte pode revelar muito do que a capital de Minas é hoje. E esse é um dos objetivos do livro com 115 registros do fotógrafo Wilson Baptista (1913-2014) a ser lançado nesta terça-feira (17) no Museu Histórico Abílio Barreto.

As fotos, tiradas entre as décadas de 1930 e 1960, são predominantemente em preto e branco e foram selecionadas dentre 30 mil negativos do acervo do falecido Baptista.

Muitas delas mostram momentos marcantes de BH como as obras que retratam a abertura da avenida Amazonas, em 1941, e um acidente de bonde no viaduto Santa Tereza em 1935. Flagrantes do Parque Municipal, procissões e desfiles de blocos de Carnaval também transportam o leitor àquele tempo.

Livro Wilson Baptista


Mais que fotos

Além de fotografias, o livro traz ensaio inédito da professora e arquiteta Renata Marquez e cronologia ilustrada, assinada pelo fotógrafo e professor Paulo Baptista e pela professora e arquiteta Maria Elisa Baptista, ambos filhos de Wilson Baptista.

SERVIÇO:
Lançamento do livro “Wilson Baptista: Urbano Fotográfico”
Nesta terça-feira (17), a partir de 17h30
Entrada Franca
Jardim do Museu Histórico Abílio Barreto
Avenida Prudente de Morais, 202, bairro Cidade Jardim