O cantor britânico Robbie Williams confessou nesta sexta-feira, 29, que acredita ter síndrome de Asperger, um transtorno caracterizado por dificuldades no desenvolvimento das habilidades sociais. Williams, de 44 anos, revelou em uma entrevista à Rádio 2, da emissora pública BBC, que "há algo" que lhe falta e que estar na sua cabeça "é um trabalho realmente duro".

O cantor de "Angels" e "Let me Entertain You" sofreu de depressão e ansiedade, assim como teve problemas com o álcool e drogas ao longo da sua vida. "Talvez tenha Asperger ou autismo. Não sei em que espectro me encontro, mas sei que algum", declarou, ao mesmo tempo que apontou que tem "uma interessante compulsão, dependência, doença mental".

A síndrome de Asperger, que está dentro do espectro autista, é um transtorno do desenvolvimento neurológico. O cérebro das pessoas que têm o transtorno funciona de maneira diferente, especialmente em aspectos comunicativos ou de interação social, assim como na flexibilidade de pensamento e comportamento.

O músico é conhecido pelos seus excessos, irreverências e provocações no palco. A última cena foi protagonizada na cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Rússia, quando, durante a atuação, o cantor mostrou o dedo do meio para uma câmara.