Roberto Medina, organizador e presidente do Rock in Rio, usou as redes sociais pela primeira vez para comentar a campanha feita por fãs da banda norte-americana Guns N' Roses para que Axl Rose, Slash, Duff McKagan e companhia estejam no line-up da edição de 2017. Aerosmith, Red Hot Chili Peppers e Maroon 5 são as atrações confirmadas até aqui.

Na publicação, Medina disse ser fã do grupo e garantiu que suas questões pessoais com Axl Rose "estão totalmente superadas" - no encerramento da edição de 2011 do Rock in Rio, o vocalista subiu ao palco com mais de 1h30m de atraso e fez um show morno sob forte chuva.

Vale lembrar que o Guns N' Roses acabou de encerrar uma turnê de seis shows no Brasil que marcou o reencontro no palco de Axl, do guitarrista Slash e do baixista Duff McKagan, integrantes da formação clássica da banda. As apresentações foram muito elogiadas, inclusive por Medina (a performance deles com a banda original foi absolutamente sensacional, disse). Eles tocaram em Porto Alegre, São Paulo, Rio, Curitiba e Brasília.

Comunicado

"Caros amigos do Rock in Rio!
Quem fala aqui é Roberto Medina, criador do Rock in Rio. Essa é a primeira vez que me manifesto através de uma rede social. Quero comunicar com meu lado de fã. Como vocês sabem o Guns N' Roses é uma das bandas que mais tocou nas edições do Rock in Rio e a performance deles com a banda original foi absolutamente sensacional. As minhas questões pessoais com o Axl estão totalmente superadas. Vou falar com eles sobre a ideia, mas como eles estiveram aqui no Rio agora não sei se terão interesse em voltar ano que vem. Mas a partir de agora a bola fica no campo deles. Vamos convidá-los? #GunsNRosesNoRockInRio2017."

Leia mais:
Aquele Guns N’ Roses, 23 anos depois
Na Argentina, baterista Steven Adler volta a tocar com o Guns N' Roses
Show do Guns n' Roses no Rio tem local e data confirmados