O termo “universo expandido” passou a estar atrelado a franquias de ficção científica como “Star Wars” e “Star Trek”, em que é possível contar uma história de milhares de anos, com personagens diferentes protagonizando filmes, séries, quadrinhos, jogos eletrônicos e livros. Para o público infanto-juvenil, o que mais se aproxima hoje dessa multiplicação de produtos são as aventuras do bruxinho Harry Potter.
 
Além dos sete livros que deram origem a oito longas-metragens, os feiticeiros de Hogwarts ganharam três publicações fora da narrativa principal, explicando mais do dia a dia da escola comandada por Dumbledore, como origens do quadribol, contos populares voltados para jovens bruxos e um guia de animais mágicos, todos eles de consulta permanente de Potter, Hermione, Rony e seus colegas.
 
Novas criaturas
“Animais Fantásticos e Onde Habitam”, que inspirou um filme lançado no ano passado, “Quadribol Através dos Séculos” e “Os Contos de Beedle, o Bardo” acabam de ganhar novas edições pela Rocco, formando um box especial, com capa dura, projeto gráfico e ilustrações diferentes. No caso do primeiro livro, o acréscimo de seis novas criaturas e prefácio inédito, assinado pelo professor Newt Scamander.
 
Para quem ainda não conhece a “Biblioteca Hogwarts”, nome do box, vai encontrar explicações valiosas sobre situações mencionadas nas histórias dos livros e dos filmes. “Animais Fantásticos” talvez seja o mais importante, porque, a partir dele, serão lançados mais quatro longas sobre Scamander, que, na série, é citado algumas vezes, como um especialista em criaturas fantásticas.
 
Feito por um pottermaníaco, o vídeo “Voldermort: a Origem do Herdeiro” está bombando na internet
 
Entre esses seres, estão aqueles enfrentados por Potter, como a acromân-tula, uma aranha monstruosa de oito olhos e dotada de fala humana, e o basilisco, uma cobra verde-vivo que pode alcançar quinze metros de comprimento e petrifica instantaneamente a pessoa que o encara. Novidade é a o prefácio, em que Scamander aproveita para se defender de nunca ter sido um magizoólogo.
 
“Quadribol” é como um livro qualquer sobre as origens de um determinado esporte. Com a diferença de que não existe no mundo real. Na apresentação, Dumbledore observa que o livro de Kennilworthy Whisp é “manuseado, babado e de um modo geral maltratado” diariamente pelos alunos. E destaca que os direitos autorais serão doados para instituições. Aliás, a verdadeira autora – J. K. Rowling – abriu mão dos direitos dos três livros.