Após toda a polêmica em torno do videclipe “Me Solta”, de Nego do Borel, que teve mais de 10 milhões de visualizações em menos de 48 horas, o youtuber mineiro Gabriel Braga criou uma paródia que promete colocar mais lenha na fogueira. No vídeo do canal UmBipolar, Gabriel canta: “tá tentando militar? Mas a bicha preta foi estereotipar… tu tá tentando 'hitar', deixa as bicha de fora”.

No clipe de “Me Solta”, Nego do Borel aparece com roupas femininas, defende um discurso antimachista e chega a dar um beijo em um homem. Seria um vídeo comemorado pela comunidade LGBT, se não fosse uma outra questão: Nego já apareceu em uma foto ao lado do pré-candidato Jair Bolsonaro, que chegou a dizer publicamente, no passado, que “se vir dois homens se beijando na rua, vou bater.”

No canal do Youtube de Nego estão mais de 100 mil comentários referentes ao clipe. Em boa parte deles, internautas acusam o artista de ser oportunista, por tentar conquistar a atenção da comunidade LGBT sem ser um verdadeiro defensor da causa.

Por meio de nota enviada pela assessoria de Nego do Borel, o artista nega apoio a Bolsonaro. "Esta foto foi tirada num jantar que eu estava também, a pedido do filho dele. Não costumo negar tirar fotos com ninguém", explica. 

Ele comenta ainda toda a polêmica em torno da personagem feminina e do beijo em um homem. "Quando eu decidi fazer esse clipe sabia que poderia ser algo polêmico, mas fui em frente. A Nega da Borelli é uma personagem que, pra mim, representa a liberdade de ser quem eu sou. Recebi muitos elogios pelo clipe e tenho acompanhado as críticas de perto porque acho que eu e todo mundo temos muita ainda a aprender com esse tema", completa.

UmBipolar

Gabriel Braga, que se especializou em paródias de clipes que fazem sucesso no Youtube, rapidamente se movimentou para fazer uma versão sobre “Me Solta”. No vídeo, o jovem de Pitangui aparece com os cabelos longos e segura uma bandeira com as cores do arco-íris, tecendo diferentes críticas veladas a Nego do Borel. Ao dizer “tá tentando militar?”, Gabriel se vale de dois sentidos: uma suposta intenção de Nego de ser um “militante” da causa LGBT e uma referência a Bolsonaro, que já foi do Exército.

A nova produção do canal "UmBipolar" teve 177 mil visualizações no Facebook e mais de 2.200 compartilhamentos. 

Veja o clipe de Gabriel:

Agora relembre o clipe de Nego do Borel: