O Bahia ampliou a sua invencibilidade para oito jogos na noite deste sábado (11) ao derrotar o América pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na Arena Fonte Nova, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol do duelo foi marcado pelo atacante Gilberto. A derrota do time mineiro é a primeira sob o comando do técnico Adílson Batista.

O time baiano não perde no Brasileirão desde o dia 7 de junho, quando levou 1 a 0 do Paraná, no Durival Britto, em Curitiba. Com o resultado, subiu para a 11ª posição, com 21 pontos, mesma pontuação do América, décimo, que está na frente pelo maior número de vitórias: 6 a 5.

O América começou o jogo valorizando a posse de bola, mas a superioridade não durou muito tempo. O Bahia começou a dominar e criou as melhores oportunidades de abrir o marcador. No desvio de Gilberto, Edigar Junio ficou com a bola dentro da área. O atacante tentou o arremate, mas jogou por cima de João Ricardo.

O time mineiro foi chegar pela primeira vez com perigo aos 35 minutos. Em cruzamento de Gerson Magrão, a bola atravessou toda a área e não encontrou Carlinhos por muito pouco. Após assustar, o América voltou a se fechar e acabou segurando o empate sem gols na primeira etapa.

No segundo tempo, o Bahia voltou melhor e abriu o placar logo aos nove minutos. Tiago recebeu dentro da área e cabeceou para grande defesa de João Ricardo. Mas a bola acabou sobrando limpa para Gilberto. O atacante só empurrou para o fundo das redes.

O América precisou sair para o ataque depois do gol sofrido e por muito pouco não chegou ao empate. Aos 16 minutos, Ruy recebeu de Judivan, cortou para a perna esquerda e chutou. A bola fez uma curva, mas Anderson conseguiu espalmar para fora.

Nos minutos finais, o time mineiro se atirou todo para o ataque e deu o contragolpe ao Bahia. Aos 48 minutos, Vinícius recebeu sozinho de frente para o gol, mas parou na defesa milagrosa de João Ricardo, que não conseguiu evitar a derrota do América neste sábado.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Cruzeiro no dia 19 de agosto (domingo), às 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). No mesmo dia, às 19h, o América desafia o Fluminense no Independência, também na capital mineira.