Após passar uma semana em branco, perdendo para São Paulo e Corinthians, o América voltou a reencontrar a vitória neste domingo, ao superar o Atlético-PR por 3 a 1, no estádio Independência. E quem fez a diferença foi Serginho, autor de dois gols. Com o resultado, o time de Enderson Moreira chega aos 13 pontos e ganha moral para enfrentar o Atlético no clássico mineiro, quinta-feira.
 
Com os dois times precisando vencer, América e Furacão fizeram um primeiro tempo movimentado, com muitos lances de perigos. O Coelho, apesar de alguns desfalques no ataque, como Rafael Moura, contundido, e Luan, cumprindo suspensão, perdeu várias chances de abrir o placar, especialmente pela lado esquerdo.

Carlinhos e Gerson Magrão, escalado para o lugar de Luan, concentraram as principais jogadas, mas aos 35 minutos da etapa inicial, Carlinhos, com dores no braço esquerdo, saiu para a entrada de Giovanni. O time de Enderson Moreira perdeu força de ataque e acabou levando o gol dois minutos depois, numa cobrança de falta de Thiago Carleto, ex-América.

Reação
Apesar da maior posse de bola, o rubro-negro de Curitiba não teve muito tempo para comemorar. O América respondeu pouco depois, aos 39 minutos. Judivan, muito participativo no jogo, exibindo a melhor atuação dele na temporada, cruzou rasteiro, com Serginho chegando para emendar para as redes. 
 
O jogo continuou franco no segundo tempo e o Atlético ainda aparecendo com perigo na área do América, que mostrava muita insegurança na defesa. Aos 23 minutos da etapa complementar, Messias tentou sair jogando quando perdeu a bola e armou o contra-ataque do Furacão, que quase marcou nos pés de Pablo.

Mas a noite era mesmo de Serginho. Num cruzamento preciso de Aylon, Serginho apareceu na área e cabeceou para baixo, com a bola passando por baixo das pernas do goleiro Felipe Alvez. Com o gol, o meia supera Rafael Moura como artilheiro do time mineiro na competição nacional, com quatro tentos. Na temporada, ele já soma sete gols. “Estava chegando toda hora à área e fico feliz por ter conseguido as finalizações”, comentou o camisa 10 do Coelho ao final da partida.

O Furacão foi todo para o ataque em busca do empate e o América aproveitou para ampliar o placar, com Ademir, que tinha entrado no lugar de Gerson Magrão, marcando o terceiro da vitória americana. 

Para Judivan, o resultado veio num momento importante para não deixar que a confiança do grupo diminua após dois resultados negativos. “Uma virada para dar ânimo, levantar mais nossa autoestima deste grupo, que vai brigar por grandes coisas neste campeonato”
Além do Galo, o Coelho ainda enfrenta o Grêmio, no dia 10 em Porto Alegre, e a Chapecoense, no dia 13, no Independência.
 
FICHA TÉCNICA
 
AMÉRICA - Jori, Norberto, Matheus Ferraz, Messias, Carlinhos (Giovanni), Christian, Juninho, Serginho, Gerson Magrão (Ademir), Aylon e Judivan (Aderlan). Técnico: Enderson Moreira.
ATLÉTICO-PR - Felipe Alves, Wanderson (Raphael Veiga), Thiago Heleno e José Ivaldo; Rossetto (Bergson), Camacho, Lucho González e Carleto (Renan Lodi); Nikão, Guilherme e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.
GOLS - Thiago Carleto, aos 37, e Serginho, aos 39 minutos do primeiro tempo. Serginho, aos 30, e Ademir, aos 43 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Guilherme, Lucho González, Matheus Ferraz
ARBITRAGEM - Rodrigo Batista Cardoso, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira, todos do Distrito Federal.
LOCAL - Independência
PÚBLICO - 4.679
RENDA - R$ 32.230,00