O Atlético acelerou a reposição de um lateral-direito reserva para substituri Carlos César na função de suplente de Marcos Rocha. Alex Silva foi chamado de volta do América, onde estava emprestado desde o começo do ano. O Coelho, numa "política de boa vizinhança", não criou empecilhos para devolver Alex Silva. Mais do que isso, terá a porta aberta para, futuramente, pegar outro jogador do elenco do Galo de forma provisória.

"Temos um acordo com o Atlético, o Nepomuceno pediu o atleta de volta e nós liberamos. Temos uma boa política com o Atlético, de bons vizinhos, vamos assim colocar. Não envolveu nenhum tipo de ressarcimento. Ficou bom para o Atlético e bom para o América", disse o presidente do Coelho, Alencar da Silveira Jr, ao Hoje em Dia.

Alex Silva ainda não sabe se será inscrito na Copa Libertadores para a disputa das oitavas de final. O torneio só retomará ao calendário do Atlético em julho, quando Carlos César espera estar em reta final de recuperação da lesão. O lateral-direito formado nas categorias de base do Galo foi titular na estreia do América na Série B, semana passada.  Ele foi cedido por empréstimo na negociação que trouxe Danilo Barcelos ao clube alvinegro ainda em dezembro de 2016. 

Leia mais:
Por Valdívia: Atlético e Inter ficam perto de acerto; Cruzeiro negocia com o jogador
Atlético solicita retorno de Alex Silva e tem nomes para fechar nova lista da Libertadores
Com 17 jogos, Giovanni faz de 2017 o ano mais atuante no Atlético desde a chegada de Victor

Alex retorna ao Galo depois de 45 jogos, sendo a maioria deles em 2014, quando fez parte da equipe campeã da Copa do Brasil. Foi reintegrado ao elenco no fim de 2016, tendo enfrentado o Santa Cruz na antepenúltima rodada do Brasileirão. Antes, estava emprestado à Ferroviária-SP. O Coelho perde o lateral-direito, mas mantém no elenco outros ex-atleticanos, como Renan Oliveira, o zagueiro Lima, o volante Rafael Jataí e o meia Marion.