O América entra em campo neste sábado (15) com chances reais de alcançar a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. O adversário será o Guarani, em um confronto direto pela 14ª rodada, às 16h30, no estádio Independência.

O primeiro passo para isso será o time do técnico Enderson Moreira vencer o Bugre, de preferência por mais de um gol de diferença. Se conquistar os três pontos, o Coelho acompanhará a partida do líder Juventude (contra o Ceará, às 19h, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza) precisando de uma derrota dos gaúchos.

Essa combinação (vitória do América e derrota do Juventude) deixa os dois clubes empatados com 26 pontos e sete vitórias. Neste caso, a liderança seria decidida pelo saldo de gols.

Hoje, a vantagem é do Juventude (12 a 8). Por isso, além de ganhar do Guarani e contar com derrota do time gaúcho, o América ainda terá que tirar essa diferença no saldo de gols, lembrando que o líder é superior também no terceiro critério de desempate, que é o número de gols marcados (20 a 16).

Mudanças

Para encarar o Guarani, o América terá mudanças. O volante Ernandes, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 0 sobre o Boa Esporte, na última terça-feira, no Independência, deve voltar ao time no lugar de David, que foi seu substituto diante da equipe do Sul de Minas.

O meia Renan Oliveira, artilheiro do América nesta Série B, com quatro gols, saiu do jogo contra o Boa aos 30 minutos do primeiro tempo com uma lesão muscular na coxa esquerda. Foi diagnosticada uma lesão no tendão do adutor esquerdo. Ele ficará parado por cerca de duas semanas.

Menos mal para o técnico Enderson Moreira que o substituto na última terça-feira, o também meia Ruy, entrou muito bem no jogo e marcou os dois gols da vitória americana.

Outro problema é o lateral-esquerdo Pará, com uma luxação na clavícula. Ele levará de três a quatro semanas para se recuperar.

Público

Pela primeira vez nesta Série B, o América vai disputar um jogo no Independência num sábado à tarde, o que faz o clube esperar um bom público. As sete partidas do Coelho como mandante na competição até agora foram todas à noite, sendo seis delas em dias de semana.

A única partida num sábado foi a goleada por 3 a 0 sobre o Brasil, de Pelotas, no último dia 1º de julho, confronto que começou às 19h.

Leia mais:
Coelho vence o Boa Esporte e segue em terceiro na Série B