Os jogadores evitam falar em tirar proveito do momento conturbado que o Vasco atravessa, após ser eliminado da Copa Libertadores na última quarta-feira com a goleada de 4 a 0 para o Cruzeiro, em São Januário, mas o América sabe que a pressão será a marca do confronto deste sábado, contra o Cruzmaltino, às 19h, pela quarta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Um dos candidatos a substituto de Leandro Donizete, expulso na última segunda-feira nos 2 a 1 sobre o Vitória,  o experiente volante Wesley acredita que a crise do adversário pode provocar é um efeito contrário.

“Penso que não. São competições diferentes. Sabemos que, quando uma equipe é desclassificada, vai querer buscar força no próximo jogo, que, justamente será contra nós. Eles virão com tudo, mas basta termos tranquilidade, paciência, humildade para marcar. Precisamos fazer o que o Enderson orientar para que possamos ter êxito e consigamos sair com uma vitória. Sabemos da dificuldade, mas ela pode vir, sim, pois temos nos preparado para isso”, afirma Wesley.

A opinião é parecida com a do zagueiro Messias, uma das revelações do Coelho.

“Acredito que a equipe deles é experiente, com jogadores de muita qualidade e que, como se diz no futebol, sabem como virar a página rapidamente. Então, não podemos ir ao Rio de Janeiro com o pensamento de que encontraremos um time muito abatido pelo que está acontecendo no extra-campo, pela derrota que tiveram na quarta. Temos que chegar lá pensando que a equipe deles virá forte e é muito qualificada. Precisamos estar concentrados, mantendo o mesmo foco na vitória, e preparados para um jogo muito difícil, pois será”, analisa o zagueiro americano.

FUTURO

Após o jogo contra o Vasco, o América não terá uma semana cheia para treinamentos, pois na quarta-feira estreia na Copa do Brasil recebendo o Palmeiras, às 19h30, no Independência, no confronto de ida pelas oitavas de final. A volta será dia 23, às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo.

O técnico Enderson Moreira define o time do América que encara o Vasco hoje cedo, quando a equipe faz seu último treinamento no CT Lanna Drummond.

No início da tarde, a delegação do América viaja para o Rio de Janeiro, de onde volta na manhã de domingo.