O lateral-direito Leandro Silva chegou ao América há quase uma semana. Ele não enfrentou a fase turbulenta do clube, eliminado precocemente do Campeonato Mineiro. Porém, ainda assim, sentiu os reflexos daquele período e fez voz ao seus companheiros, que prometem aos torcedores que forem ao Independência nesta terça-feira (7), para conferir o embate diante do Avaí, pela Copa do Brasil que começa às 21h50, um "novo Coelho", mais aguerrido do que o do início do ano.
 
Curiosamente a ele foi dado o papel de dar qualidade a um dos setores mais criticados da equipe. Como vinha treinando e jogando normalmente no Campeonato Paulista, ele se sente bem fisicamente e ficou satisfeito com seu rendimento no teste de sexta-feira passada, quando o América goleou o Cruzeiro por 4 a 0, em jogo-treino disputado na Toca da Raposa II. “É importante fazermos jogos-treino com equipes do nível do Cruzeiro, porque na Série B e na Copa do Brasil nós vamos encontrar equipes assim. O fato de ter começado entre os titulares mostra que estou bem fisicamente e com a confiança do treinador. O torcedor pode esperar um time bastante aguerrido, muito forte, com muita vontade de ganhar”, apontou.
 
Apesar do pouco tempo no clube, Leandro entende que tem conseguido assimilar bem o jeito que o técnico Paulo Comelli quer a equipe jogando. Além disso, ele estará atuando com Vítor Hugo, que foi seu companheiro no Ituano. “Desde o momento que eu cheguei aqui e tive o primeiro contato com os jogadores fiquei bem entrosado com todos eles. Nós estamos treinando bastante para que o grupo esteja ainda mais entrosado. Tive a oportunidade jogar com o Vítor Hugo, em São Paulo, e isso facilita bastante para o nosso rendimento. No mais, o entrosamento com o grupo só tem a crescer. Espero que possamos fazer um grande jogo contra o Avaí”, avaliou. 
 
Ele fala com alegria de estar no novo grupo do América. “O Luciano (ex-jogador do América) passou algumas informações para mim. Ele me disse que o América é uma equipe grande e que eu vou me adaptar bem. Quando cheguei aqui confirmei rapidamente tudo que ele falou. O América é uma equipe de ponta e os companheiros me receberam muito bem. Estou muito feliz”., concluiu.