O volante Lucas Silva retornou ao Cruzeiro no começo deste ano, após passagem pelo Real Madrid-ESP e Olympique de Marselha-FRA. No entanto, o jovem meio-campista ainda não havia recebido uma grande chance de emplacar sequência como titular da Raposa. História que pode mudar neste domingo (16), na partida contra o Flamengo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 16h, no Mineirão.

Após começar jogando contra o Atlético-PR, partida que terminou com o placar de 2 a 0 para o time estrelado, Lucas Silva deve ser titular novamente diante do Flamengo. Sem poder contar com Henrique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Hudson, lesionado, o volante é uma das opções de Mano Menezes para ocupar uma das vagas na "meiúca" cruzeirense. 

E a boa atuação de Lucas Silva diante do Furacão serve para motivar ainda mais o jogador na disputada missão de ser titular do qualificado meio-campo celeste.

"Fico feliz pela minha atuação e de toda a equipe. Sabemos das dificuldades que é enfrentar o Atlético-PR, na casa deles, mas conseguimos fazer o nosso jogo e buscamos essa importante vitória para a nossa continuidade no campeonato. São dois resultados positivos em sequência (Palmeiras e Atlético-PR), o que nos dá mais tranquilidade e também confiança para trabalhar. Mas queremos mais e já temos o Flamengo pela frente, um dos concorrentes pelas primeiras posições na tabela", analisou.

A titularidade de Lucas Silva diante do Flamengo é uma realidade, não só pelos problemas que Mano Menezes enfrenta com suspensões e lesões. Mas, também, pela recuperação da confiança por parte do jovem atleta. 

Contra o Atlético-PR, Lucas Silva mostrou que está afiado em duas de suas principais características: o chute de longa distância e as invertidas de bola de uma lateral a outra. Aos 11 minutos do primeiro tempo na Arena da Baixada, o volante acertou um "pombo sem asa" no travessão. Seria um golaço se a bola tivesse balançado as redes de Weverton. 

"Consegui me movimentar bem durante o jogo, principalmente durante o primeiro tempo. Quase marquei um gol, em chute de fora da área, e procurei me movimentar ao máximo, dando opção de passe para fazer o jogo rodar. Tentei cumprir o que o Mano me passou, sempre em prol da melhora da equipe. No segundo tempo, até pela falta de ritmo de jogo e pela dedicação que a partida exigiu, acabei cansando um pouco, com cãibras nas duas pernas. É algo natural, até pelo fato de não vir jogando sempre. Mas nessa hora temos de superar tudo e, se o professor quiser contar comigo para domingo, estou à disposição", frisou o jogador, que ficou em campo por 79 minutos. 

Em 2017, Lucas Silva disputou 17 partidas pelo Cruzeiro, sendo seis como titular. Somando sua passagem anterior à atual, são 110 jogos e quatro gols. O volante defendeu o Real Madrid-ESP (em 2015) e o Olympique de Marseille-FRA (entre 2015 e 2016), antes de retornar à Toca II.