Após ficar de fora do GP da Hungria, última etapa antes do recesso de verão na Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa foi submetido a testes pelo departamento médico da categoria nesta quinta-feira e foi liberado para disputar o GP da Bélgica, no fim de semana.

O piloto da Williams, de 36 anos, ficou de fora da corrida no circuito húngaro, no fim de julho, porque sentiu tontura e mal-estar ainda nos treinos livres. Chegou a ir ao hospital para fazer exames e acabou se ausentando do treino classificatório. Foi substituído pelo escocês Paul Di Resta, reserva da equipe, na corrida em Hungaroring, na cidade de Budapeste.

Finalizado o recesso de verão europeu, Massa foi submetido a testes e exames pelos médicos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). A liberação foi confirmada pela Williams nesta quinta.

Antes de retomar as atividades na Fórmula 1, o piloto voltou ao Brasil para ficar junto à família em parte do descanso da categoria neste momento da temporada.

Com 23 pontos, Massa é o atual 11º colocado no Mundial de Pilotos. Está logo à frente do canadense Lance Stroll, seu companheiro de Williams, que tem 18 pontos.