O América ganhou mais um desfalque para a sequência do Campeonato Brasileiro. Autor de seis gols na temporada, o atacante Aylon sofreu uma fratura no úmero, osso do braço esquerdo, e uma luxação no cotovelo, após se chocar com uma das traves, durante um treinamento de finalização, na última quarta-feira (4), no CT Lanna Drumond

O jogador será operado nesta quinta-feira, no hospital Vera Cruz, no Barro Preto, Zona Sul De Belo Horizonte, pelo chefe do departamento médico do clube, Cimar Eustáquio.

A assessoria de comunicação do Coelho não divulgou o prazo de recuperação do atacante. Entretanto, é certo que Aylon vai desfalcar a equipe comandada pelo técnico Ricardo Drubscky nas próximas partidas do Campeonato Brasileiro.

O próximo compromisso oficial do América será no dia 19, quando vai fazer o clássico com o Cruzeiro, no Mineirão, pela 13ª do Brasileiro. Três dias depois, o Coelho vai a Curitiba enfrentar o Paraná Clube. O time ocupa atualmente a 13ª colocação na tabela de classificação, com 14 pontos. 

Contratado por empréstimo junto ao Internacional, Aylon foi o artilheiro do Campeonato Mineiro com seis gols, ao lado de Ricardo Oliveira, do Atlético.

Mesmo sem ter balançado as redes no certame nacional, o jogador foi bastante acionado no primeiro semestre, atuando em 25 partidas, até o momento. 

Outras baixas

Além de Aylon, estão entregues ao departamento médico o atacante Luan, que se recupera de um estiramento na coxa esquerda, e o zagueiro Lima, em tratamento de cirurgia no joelho direito.

O goleiro Jori reclama de um incômodo no joelho esquerdo, e vai passar por exames de imagem para saber a gravidade da lesão.

Opções

Com o desfalque de dois atacantes, o comandante americano vê diminuir suas opções para montar o setor ofensivo da equipe.

Disputam uma vaga no ataque os experientes Rafael Moura e Marquinhos, além dos jovens Judivan, Ademir e Capixaba.

O jovem Matheusinho, que também pode exercer as funções de Luan e Aylon, está em estágio final de recuperação de grave lesão no joelho direito, e não dever ser aproveitado nas primeiras partidas da volta do Brasileiro.