Três pontos importantes para se reabilitar no Campeonato Brasileiro e mais uma vitória sobre o América para ratificar a hegemonia sobre o alviverde em 2018. Esta foi a importância do triunfo por 3 a 1, conquistado pelo Atlético nesta quinta-feira (7).

Em quatro duelos realizados na temporada, sendo três no Campeonato Mineiro, o alvinegro acumula 100% de aproveitamento. Na competição nacional, inclusive, chegou aos 17 pontos e abriu quatro de vantagem sobre o rival estadual.

Somando os placares de todos os confrontos entre as equipes em 2018, o Galo dispara no marcador e goleia o Coelho por 9 a 1. Prova da superioridade nos encontros entre as duas equipes.

Na próxima rodada, o time de Thiago Larghi terá pela frente o Fluminense. O duelo está marcado para às 16h, no Independência. Já os comandados por Enderson Moreira encaram Grêmio, no mesmo horário, no Sul do país.

O jogo

Num primeiro momento movimentado na Arena Independência, quem tomou conta das ações logo nos primeiros minutos foi o Atlético, visitante no confronto. Aos 11, quando já se mostrava melhor, abriu o placar com Ricardo Oliveira, de cabeça.

O gol do camisa 9, o 14º em 30 jogos pelo clube, iniciou numa trama entre Gustavo Blanco e Roger Guedes. De cabeça erguida, o camisa 23 lançou Oliveira, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

Sem sofrer sustos, o alvinegro seguiu melhor na partida e, aos 39, foi recompensado novamente. Após lindo lançamento de Luan, Cazares dominou com maestria, driblou o defensor alviverde e, num chute forte em meia altura, deslocou o goleiro Jori. Era o segundo do Galo no jogo.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, as instruções de Moreira parecem ter surtido efeito no Coelho. Logo aos seis minutos, após cobrança de falta vinda do lado direito, o zagueiro Messias subiu mais que os rivais e, de cabeça, diminuiu o placar no estádio do Horto.

Animado, o América partiu para cima e deu trabalho. Sem o mesmo ritmo dos 45 minutos iniciais, o Atlético não mostrou o mesmo futebol. Melhor em campo, o Coelho cricou oportunidades de empatar, mas foi ineficiente. O castigo por isso veio aos 44 minutos. O argentino Tomás Andrade, livre, ficou cara a cara com Jori e deu placar final no duelo.

Ficha Técnica:
América 1 x 3 Atlético

América: Jori; Noberto, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Leandro Donizete (Ruy), Christian, Serginho e Luan; Aylon e Judivan. Técnico: Enderson Moreira.

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Juninho; Gustavo Blanco, Adilson, Cazares (Elias) e Luan (Tomás Andrade); Roger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Gols: Ricardo Oliveira, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Cazares, aos 39, para o Atlético; Messias, aos 6 minutos do segundo tempo, para o América. Tomás Andrade, aos 44 minutos do segundo tempo, para o Atlético.

Público e Renda: 7.676 / R$ 94.730,00