Apesar de toda a pressão do Atlético-GO, que chegou até mesmo a perder um pênalti, cobrado para fora pelo atacante Everaldo, o Atlético-PR, que na última quarta-feira (14) já tinha feito 1 a 0 no Atlético, no Independência, venceu mais uma partida fora de casa batendo os goianienses também por 1 a 0, na tarde deste sábado (17), no Estádio Olímpico, em Goiânia.

Com o resultado, o Furacão, que era o lanterna do Campeonato Brasileiro, deixa a zona de rebaixamento, que volta a ser frequentada pelo Atlético-GO, agora 17º colocado. Com isso, o Galo caiu para a 18ª posição. Agora, matematicamente, se o time de Roger Machado vencer o São Paulo, neste domingo (18), às 16h, no Morumbi, deixa o Z-4.

No jogo de ontem, o Atlético-PR soube mais uma vez se defender bem. O enredo do jogo foi bem parecido com o do Horto, na última quarta-feira. Até o autor do gol do Furacão foi o mesmo, o lateral-esquerdo Sidcley, que começou a partida jogando como meia.

A diferença é que o Furacão balançou a rede neste sábado logo aos 3 minutos de jogo. Contra o Galo, o gol de Sidcley, que contou com uma “assistência” do zagueiro Felipe Santana, foi marcado aos 45 minutos da etapa final.

Os dois times voltam a campo, pela 9ª rodada, na próxima quarta-feira (21). O Atlético-GO encara o Palmeiras, às 21h, no Allianz Parque, em São Paulo. O Atlético-PR vai buscar sua primeira vitória como mandante neste Campeonato Brasileiro diante do São Paulo, às 21h45, na Arena da Baixada.

A FICHA DO JOGO

ATLÉTICO-GO 0
Felipe Garcia; André Castro, Eduardo Bauerrmann, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Igor (Diego Rosa), Marcão; Breno Lopes (Walter), Jorginho e Andrigo (Luiz Fernando); Everaldo Técnico: Doriva

ATLÉTICO-PR 1
Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Nicolas (Rossetto); Otávio e Deivid (Bruno Guimarães); Douglas Coutinho, Nikão e Sidcley; Grafite (Pablo). Técnico: Eduardo Baptista

DATA: 17 de junho de 2017
LOCAL: Estádio Olímpico (Goiânia)
MOTIVO: 8ª rodada do Campeonato Brasileiro
GOL: Sidcley, aos 3 minutos do primeiro tempo
ARBITRAGEM: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Luiz Cláudio Regazone e Eduardo de Souza Couto, todos do Rio de Janeiro
CARTÕES AMARELOS: Marcão (Atlético-GO); Deivid, Grafite, Thiago Heleno, Nikão e Bruno Guimarães (Atlético-PR)
PÚBLICO E RENDA: Não divulgados