No dia oito de julho de 2018, o goleiro Victor celebrará o sexto aniversário do primeiro jogo realizado pelo Atlético. Lá se forma 350 partidas no total, e com promessa do número só crescer. Ele assinou a renovação de contrato com o Galo até dezembro de 2020.

O vínculo antigo, renovado em 2015, tinha prazo para se encerrar em julho de 2019. Assim, de forma bastante antecipada, o Galo garante a permanência por mais 18 meses do maior goleiro da história do clube.

Com 350 partidas completadas diante do San Lorenzo, Victor tem uma média de quase 60 jogos pelo Atlético a cada 12 meses. Levando isso em consideração, faria outros 150 partidas até dezembro de 2020 - 30 partidas até o fim de 2018, 60 partidas em 2019 e 60 partidas em 2020. 

"Muito feliz com a renovação do meu contrato até dezembro de 2020. Agradecer a diretoria pelo esforço, a todos os funcionários do Atlético, à torcida pelo carinho e que sempre me tratou tão bem. Pode ter certeza que farei, dentro de campo, o possível e impossível para honrar as cores desse clube", afirmou Victor, à TV Galo.

Se alcançar cinco centenas de jogos pelo Atlético, o "santo" se aproximará no topo da lista de jogadores que mais defenderam o Atlético nos mais de 100 anos de clube. O líder é outro goleiro - João Leite, com 684 jogos. Ficaria atrás apenas de Paulo Roberto Prestes, Kafunga (cujo os números seguem sendo levantados pelo clube), Luizinho, Vantuir, Vanderlei Paiva e o "goleiro de Deus". 

Enquanto decreta mais tempo de contrato para o ídolo da camis 1, o Galo já iniciou conversas com o meia-atacante Luan para estender o vínculo. Seu contrato se encerra em abril de 2019. Além do "menino maluquinho", a diretoria alvinegra também tem a prorrogação de Adilson e o fico definitivo de Blanco em pauta.