O atacante Fred não se manifestou contrário, até o momento, à validade da multa de R$ 10 milhões imposta pelo Atlético para caso ele assinasse com o Cruzeiro - o que acabou acontecendo. Mas, alvo de ação executória do Galo na CNRD da CBF, o jogador irá contestar a competência do órgão para tratar a questão.

O Atlético realizou o processo na Câmara Nacional de Resoluções de Disputas no fim de janeiro, com Fred já se manifestando no órgão em relação ao pedido de "tutela de urgência" solicitado palo Galo. Neste dispositivo jurídico acionado pelo Atlético - sob aprovação do presidente da CNRD - é solicitada a suspensão do contrato do camisa 9 com a Raposa.

Entretanto, o Hoje em Dia apurou com pessoas ligadas aos dois lados da moeda que na defesa de Fred na CNRD, será contestada a capacidade de a Câmara decidir sobre a questão da multa de 10 milhões de reais que o Atlético cobra há quase um mês.

Na visão do staff de Fred, liderada pelo advogado do jogador, a questão da multa deveria ser assunto da Justiça Comum, mais precisamente da Justiça do Trabalho. O Galo já é sabedor dessa contestação que Fred realizará na Câmara. 

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o vice-presidente do Atlético (e ex-diretor jurídico) Lásaro Cândido havia afirmado, ao ser perguntado sobre os R$ 10 milhões que o Cruzeiro deveria depositar em juízo: "Se ele pretender depositar em juízo, ele está tentando levar a questão que é da Câmara Arbitral para a justiça comum. Ele deve saber as penas que ensejam em caso de clube que recorre à justiça comum em detrimento da justiça desportiva".

O Cruzeiro deveria realizar o pagamento em juízo em 72 horas após intimação judicial, conforme determinou a 24ª vara cível de BH, a que julga o processo entre WRV e Atlético. Entretanto, até o momento, a Raposa não recebeu a intimação. 

Com a proximidade do fim do feriado de Carnaval, a questão de Fred na CNRD tende a tomar novas decisões, ainda mais com o pedido de tutela de urgência a ser decido pelo presidente do órgão. 

Artigo 3º do Regulamento da CNRD que trata da "competência" da Câmara

Artigo 3º do Regulamento da CNRD que trata da "competência" da Câmara