Criado em homenagem ao Atlético, o Clube Atlético Mineiro de Tete, em Moçambique, está de luto. A equipe fundada com as cores, nomes e símbolos do Galo, inspirada pela presença de Ronaldinho no clube de BH entre 2012 e 2014, perdeu um de seus atletas em um trágico acidente na noite da última quinta-feira (17).

O zagueiro Estêvão Alberto Gino, de 19 anos, foi engolido por um crocodilo enquanto se exercitava nas margens do Rio Zambeze. O animal dilacerou o jogador, que não teve o corpo encontrado ainda por amigos, familiares ou autoridades de busca. 

"Nosso irmão, nosso amigo, nosso filho e nosso eterno defesa central Estêvão Alberto Gino, de apenas 19 anos, que tinha um futuro promissor perdeu a vida na última noite vitima de um crocodilo na margem do rio zambezi. Estêvão era exemplo de obediência, respeito e humildade e deixou um vazio enorme na nossa vida", depôs o perfil oficial do CAMT no Facebook.

Criando em uma cidade de pouco mais de 130 mil habitantes, chamada Tete, o Galo moçambicano foi fundado após a participação do Atlético no Mundial de Clubes, em 2013. Ao ver o time brasileiro representado por Ronaldinho na competição, jovens de moçambique resolveram batizar o recém-nascido time.

Uma torcida organizada do Atlético, Embaixadores do Galo, ao saber da existência do CAMT, enviou brindes relacionados ao clube mineiro, inclusive um jogo completo de uniformes para que as ligações entre ambos fossem ainda maior.