A ótima sequência recente e o bom aproveitamento no estádio Independência são dois trunfos do América para o confronto direito com o Guarani, às 16h30 deste sábado, pela 14ª rodada da Série B do Brasileirão.

Ao superar o Boa Esporte na última terça-feira, por 2 a 0, também em casa, o Coelho emendou a sétima partida sem derrota na competição e chegou aos 23 pontos. 

Nesse período, venceu quatro partidas e empatou as outras três. O último tropeço aconteceu nos 2 a 0 para o Vila Nova-GO, em partida da sexta rodada, há pouco mais de um mês.

Quem quer conquistar o acesso e o título tem que fazer o dever de casa. Estamos criando uma identidade no Independência”

João Ricardo

Com estes resultados, a equipe americana entrou na zona de acesso à Primeira Divisão há três rodadas. E, agora, tem pela primeira vez a possibilidade de assumir a liderança. Para isso, precisa vencer e contar ainda com uma derrota do Juventude no duelo com o Ceará, às 19h, em Fortaleza.

Mando de campo

Vice-líder da competição, com 25 pontos, o Bugre também chega embalado, presente há nove rodadas consecutivas no G-4.

Durante o período de invencibilidade do Coelho, para efeito de comparação, a equipe paulista também acumulou quatro vitórias, mas empatou uma vez e perdeu duas.

O diferencial do América é a força em casa, enquanto o Guarani não vem alcançando bons resultados longe da torcida.

O Coelho é o terceiro melhor mandante da competição, com quatro vitórias, dois empates e uma derrota, só atrás do próprio Bugre e do líder Juventude.

Já entre os visitantes, o time paulista aparece apenas em 13º, com duas vitórias e quatro derrotas.

Para aumentar a vantagem em casa, o América espera bom público, uma vez que trata-se do primeiro jogo da equipe marcado para uma tarde de sábado. Os ingressos custam entre R$ 10 e R$ 20 (inteiras).

“Quem quer conquistar o acesso e o título tem que fazer o dever de casa. Estamos criando uma identidade no Independência e, nos últimos jogos, nos fortalecemos”, avalia o goleiro João Ricardo.