A 27ª rodada do Campeonato Brasileiro será especial para a dupla Atlético e Cruzeiro. Marcada para depois de amanhã, ela reserva aos mineiros o reencontro com adversários tricolores que trazem boas lembranças na temporada.

Jogando em casa, às 21h45, o Galo terá pela frente o São Paulo, adversário que encarou na oitava rodada da Série A, no Morumbi. Na ocasião, ainda comandado pelo técnico Roger Machado, o time alvinegro voltou de viagem com os três pontos na bagagem, após ter vencido o rival por 2 a 1, gols de Cazares e Rafael Moura.

O Tricolor Paulista, inclusive, é adversário direto do Atlético na briga para se distanciar da temida zona de rebaixamento. Com 31 pontos, o time comandado por Dorival Júnior ocupa a 14ª posição. Os comandados de Oswaldo de Oliveira, com três a mais, estão na nona colocação na competição mais importante do país.

Reencontro

A Raposa, por sua vez, irá ao Sul do país encarar o Grêmio. Algoz do time gaúcho na Copa do Brasil, a equipe celeste ainda sente o gostinho por ter eliminado o Tricolor nas semifinais da Copa do Brasil. Campeão do torneio nacional, ao superar o Flamengo na grande decisão, o Cruzeiro, mesmo com vaga garantida na Libertadores de 2018, encara com seriedade as rodadas restantes do Brasileirão.

Com 44 pontos, dois a menos que o adversário, os mineiros ocupam a quarta posição na tabela. O Grêmio, mandante do duelo de quarta-feira, é o terceiro e tenta a vitória para roubar a vice-liderança do Santos, que soma 47 pontos. Tranquilo na liderança, o Corinthians aparece com 55 e não corre o risco de deixar o topo nas próximas rodadas.

Líder do returno

Com 17 pontos conquistados no returno, o Cruzeiro se tornou o líder da parte final da competição. Seguir pontuando e fechar a temporada dando alegrias ao torcedor, inclusive, é a meta na Toca Raposa.

“O objetivo nosso é oferecer o máximo em cada jogo. Temos que conquistar os pontos. Fomos premiados com o título da Copa do Brasil, o que é importante para todos os profissionais do Cruzeiro e alegrou muito o torcedor. Mas o trabalho não para, temos que pontuar sempre”, comentou Sidnei Lobo, auxiliar de Mano Menezes, que está a frente da equipe enquanto o treinador faz tratamento médico fora da capital.