"Se há muito teatro, isto não ajuda", afirmou nesta quinta-feira o ex-atacante holandês Marco Van Basten, membro do Grupo de Estudo Técnico (TSG) da Fifa, a respeito do brasileiro Neymar, alvo de piadas em todo o mundo por suas simulações durante a Copa do Mundo.

"Sempre é bom ter um pouco de senso de humor, se as pessoas usam isto é algo bastante positivo", declarou Van Basten, ao ser questionado sobre as paródias de simulação que circulam nas redes sociais sobre o atacante do PSG após sua participação no Mundial.

"Não é uma boa atitude em seu conjunto, o melhor é tentar fazer o melhor que você pode. Se há muito teatro, isto não ajuda e Neymar deveria compreender isto", completou o holandês de 53 anos, Bola de Ouro em 1988, 1989 e 1992.

Leia também:
Técnico da Bélgica afirma que vitória sobre o Brasil vingou erro de 2002
Após eliminação, Seleção desembarca no Rio e Tite agradece apoio da torcida