A Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, ginásio anexo ao Mangueirão, em Belém (PA), vai receber nesta quarta-feira (14) uma partida histórica para o vôlei brasileiro. Lá se enfrentarão dois times paulistas, o Vôlei Brasil Kirin, de Campinas, e Sesi-SP, da capital. Será o primeiro jogo da Superliga no Pará.

A partida foi possível porque a Brasil Kirin, patrocinadora da equipe mandante, tem uma de suas fábrica em Belém e aproveitou o bom momento do vôlei brasileiro para mandar a partida para Belém. Com a concordância do Sesi, a partida foi marcada para o Mangueirinho, onde estarão cinco campeões olímpico. A expectativa é que o moderno ginásio, inaugurado em outubro, com capacidade para 10 mil torcedores, fique lotado.

"É uma honra poder estar aqui em Belém, trazer um pouco do voleibol, de um jogo de alto nível nesta cidade. Poder divulgar a nossa modalidade nesta região, que nem sempre tem essa oportunidade, é uma alegria enorme", afirma Maurício Souza, do Brasil Kirim, campeão olímpico no Rio com a seleção brasileira.

A exposição conseguida com o resultado histórico do time masculino do Brasil no Rio fez o vôlei voltar a viver um boom no País. Todos querem ver os campeões olímpicos "Estar em Belém, uma cidade onde não tem o hábito de receber o voleibol, e poder mostrar um pouco mais do nosso esporte para essa população é fantástico. Vamos fazer o máximo dentro de quadra para dar um belo espetáculo para os torcedores daqui", garantiu o líbero Serginho, do Sesi.

Antes, a Superliga Feminina já havia estreado no Norte do País. Em novembro, São Caetano e Praia Clube, de Uberlândia, jogaram em Manaus, na Arena Amadeu Teixeira. O sucesso foi tanto que, para a primeira semana de janeiro, já está confirmado o duelo entre São Caetano e Vôlei Nestlé na capital amazonense.