Ele é o brasileiro na ante-sala da Fórmula 1. Se alguém pode encerrar rapidamente o incômodo período de ausência verde e amarela no circo, este é o mineiro Sérgio Sette Câmara que começa, neste fim de semana, no Barein, sua segunda temporada na F-2.

E se a primeira trazia atenuantes como a adaptação aos mais de 580 cavalos do motor; às dimensões do carro e a fatores como os pitstops, ainda por cima num time intermediário, desta vez as expectativas em torno de seu desempenho são elevadas.

O piloto de 19 anos foi um dos destaques da pré-temporada com o carro da escuderia inglesa Carlin – a categoria estreia este ano novo chassi Dallara com motor Mecachrome V6 turbo.

Considerando que as vagas na F-1 são cada vez mais raras e concorridas, será fundamental brigar por posições de largada nas primeiras filas para terminar bem colocado especialmente aos sábados (a primeira corrida da rodada dupla, com pontuação maior.

E se a concorrência é fortíssima, começa pelo próprio companheiro de equipe, o inglês Lando Norris, campeão europeu de F-3 e piloto reserva da McLaren, considerado o mais novo prodígio do automobilismo internacional.

“Não tenho que ficar obcecado em ser mais rápido do que ele, é um grande piloto, mas o nível do campeonato é muito alto, todas as equipes estão muito próximas e tenho que pensar em fazer meu melhor, para chegar ao fim do campeonato com bons resultados e, quem sabe, o título na mira”, explica Serginho, para quem o difícil aprendizado ano passado acabou sendo benéfico.

“A MP (Motorsport) é bem mais modesta, muito do que evoluímos só veio com minha maior experiência ao longo do ano, não havia muito no que me basear. Agora contamos com uma estrutura muito mais forte e eu chego com essa bagagem”, lembra o piloto de Belo Horizonte, que conseguiu uma elogiada sequência de resultados na segunda metade da temporada. Venceu a segunda corrida da Bélgica, na desafiadora Spa-Francorchamps; voltou ao pódio na prova seguinte, em Monza e só não largou em segundo na Áustria por uma falha grotesca do antigo time.

Honra

E mais do que pensar no que o futuro pode reservar, Serginho prefere destacar o orgulho por ser o representante brasileiro nos finais de semana de GP. “É uma grande honra e me faz perceber que eu estou no lugar onde todos os pilotos gostariam de estar, o que só me dá motivação e garra para brigar nas pistas”.

 

RÁPIDAS

RAFA MATOS VENCE EM ROAD ATLANTA

E FAZ HISTÓRIA PARA O BRASIL NA TRANS-AM

ra2

A bandeira verde e amarela tremulou no degrau mais alto do pódio pela primeira vez na Trans-Am Series, um dos mais tradicionais campeonatos de turismo do automobilismo norte-americana. E graças a um mineiro. Rafa Matos venceu a segunda etapa da temporada na categoria TA2 (a mais competitiva), em Road Atlanta, depois de largar em quinto e protagonizar um duelo empolgante com o pole Justin Hayley. O resultado inédito ainda lhe valeu a liderança na classificação. “Tirei um peso das costas, já tinha passado perto da primeira vitória desde minha estreia na categoria, ano passado, e mal consigo descrever a felicidade”, afirmou o piloto, que comanda um Chevrolet Camaro da equipe HP Tech. No dia 15, ele volta a acelerar no circuito misto desenhado no interior do oval de Homestead, em Miami.

 

 

DUAS PROVAS DE ENDURO MOVIMENTAM

FIM DE SEMANA NAS TRILHAS MINEIRAS

Hora de ganhar as trilhas para os pilotos mineiros de enduro, com duas provas que vão movimentar o domingo. A região em torno de Santos Dumont é palco do Enduro da Asa, que homenageia o pioneiro da aviação e vale como terceira etapa da Copa Estrada Real de Regularidade (categorias Master, Sênior, Júnior, Novato, Over 40, Over 45 e Over 50). Largada e chegada serão no Recanto da Raposa, próximo à Represa da Ponte Preta. Em Belo Vale, começa a Copa Minas de Enduro de Velocidade, que tem como objetivo trazer novos praticantes para a modalidade e incentivar a participação de amadores, com um percurso de nível técnico mais acessível.

MOTOS VOLTAM A INVADIR O CIRCUITO

DOS CRISTAIS PARA MAIS UM TRACKMIX

Depois do sucesso da abertura do GP Gerais, o Mineiro de Motovelocidade, pilotos e máquinas sobre duas rodas voltam a invadir o Circuito dos Cristais, em Curvelo, para o terceiro TrackMix, (treino livre coletivo) da temporada, preparatório para a segunda etapa da competição, que valerá ainda como abertura do Brasileiro, em 6 de maio. Sábado serão seis sessões cronometradas com os participantes divididos de acordo com o equipamento e o grau de experiência. O evento, no sábado, contará ainda com um curso do capixaba Rodrigo Dazzi, atual bicampeão na categoria Superbike 1.000cc standard. Maiores informações e inscrições podem ser obtidas no whatsapp (31) 99971-8318 ou pelo email: atendimentotechtime@gmail.com.