A meta de permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro, estabelecida por diretoria, comissão técnica e jogadores do América, ganha força após onze rodadas já concluídas.

Se analisarmos as duas últimas (e únicas) campanhas do alviverde na Primeira Divisão da competição mais importante do país - no formato com 20 clubes - e comparmos com os números obtidos em 2018, o resultado é animador.

Em 2011, o time mineiro finalizava a 12ª rodada com 8 pontos e ocupava a 18ª posição. Caso vença a Chapecoense na próxima quarta-feira (13), no Independência, a equipe comandada por Enderson Moreira terminará a mesma rodada com o dobro (16). O mesmo aconteceu em 2016, quando fez a mesma pontuação na participação anterior, mas com um agravante: naquela ocasião, o Coelho figurava como o último colocado.

Dados do Coelho em 2018:

- 13 pontos em 33 disputados
- 13ª colocação
- 39% de aproveitamento
- 2ª melhor campanha como mandante: 4 vitórias e 2 derrotas
- 3º pior visitante: 1 empate e 3 derrotas
(67% de aproveitamento no quesito)
- 5º melhor ataque: 14 gols marcados
- 3ª pior defesa: 17 gols sofridos

Números de 2011, com 12 rodadas concluídas:

- 1 vitória, 4 empates e 7 derrotas 
- 11 gols marcados, 23 sofridos; saldo de -12
- 8 pontos conquistados

Números de 2016, com 12 rodadas concluídas:

- 2 vitórias, 2 empates e 8 derrotas
- 9 gols marcados e 20 sofridos; saldo de -11
- 22% de aproveitamento
- 8 pontos conquistados